Pode ficar de mal com o amiguinho por causa de políticos, Arnaldo?


Estamos passando por um momento muito importante no Brasil. Um momento onde todos possuem opiniões que estão prontas para serem expostas, coisa que por muitas vezes não é feito da maneira correta. Pense em uma coisa comigo: o que é mais importante nisso tudo?

Passamos anos e anos construindo nossas relações para elas serem quebradas simplesmente pela diferença eleitoral? Será que é importante destruirmos nossas vidas por causa de políticos? 

"Pode isso Arnaldo?", a nova música de Paulo Cesar Baruk, é uma música divertida e muito importante para esses dias que passamos. Precisamos conviver com as diferenças, nos importando com o que acreditamos e respeitando a escolha dos outros. Digo nessa reta final de eleições no Brasil, que o Facebook é a pior rede social: pessoas se matam por candidatos de todos os lados e nesse meio, muitos cristãos se perdem em propagar o ódio a quem vota diferente.

Sim, muitos cristãos estão se perdendo em propagar o ódio a pessoas. Não concordamos com ideais e propostas, mas jogar um "comunista desgraçado" vai muito longe do que a Bíblia ensina. Nossa luta não é contra pessoas, lembre disso. 
E aquele amigo que vota em um candidato totalmente oposto ao seu? Vale quebrar sua amizade só pra jogar na cara o quanto você está certo? Existe uma grande diferença entre o debate saudável e uma discussão bagunçada.

Cadê nosso exemplo? Pode ficar de mal com o amiguinho por causa de políticos, Arnaldo? 

A regra é clara, não pode não.

"O que nos une é o sangue do Cordeiro
Nós nascemos da sua grande dor
Eu é que não vou reconstruir um muro

Que a cruz de Cristo derrubou!"


Nenhum comentário