E se o Evangelho fosse proibido no Brasil?

...
Como seria se o Evangelho fosse proibido no Brasil? Você já pensou nisso? 

Em nosso mundo fechado, de um país com liberdade religiosa, nunca pensamos nisso. Frequentamos os cultos, cantamos, ouvimos a Palavra e depois voltamos para nossas casas. Colocamos nossa Bíblia na estante e quando vamos pegar, no domingo seguinte, precisamos de um espanador para tirar a poeira. Nós defendemos o Evangelho da forma na qual deveríamos? Temos a verdadeira paixão de estar em comunhão na igreja? Cumprimos as ordenanças dadas a nós por Jesus em um país onde podemos fazer isso?

Foto: Missão Portas Abertas
Saiba que existem pessoas que não podem adorar a Deus da mesma forma que nós. Pessoas que se escondem para prestarem cultos, pessoas que são condenadas até a morte por amor a Jesus. Elas se dedicam MUITO mais que nós e sofrem as lutas por amor a Jesus.

- CONFIRA O MAPA DA PERSEGUIÇÃO MUNDIAL

Agora pensa comigo, se o Brasil passasse por algo parecido? Você defenderia o Evangelho da mesma forma que eles ou entraria na sua zona de negação a tudo aquilo que "crê"? Qual é sua posição? Você está pronto para morrer por Cristo? Está pronto a viver uma vida de provações e desconforto para adorar a Deus nos lugares escondidos? 

Foto: Acervo Pessoal - Gabriel Monteiro


Não temos uma proibição constitucional, mas não dá para negar que há uma perseguição social no Brasil. Há aquele colega de trabalho ou de escola que odeia cristãos; aquela pessoa que tenta incomodar os cultos; aquele que tenta quebrar seu testemunho te oferecendo coisas ruins; aquele que te humilha pela internet por conta de sua fé. Como você se porta nessas situações?

Reflita e peça ajuda a Deus. Nesse momento de liberdade, aproveite para levar a Palavra de TODAS as formas possíveis. Tenha mais compromisso com a oração, a leitura da Palavra e com o testemunho. Tenha mais compromisso com a adoração e com a intimidade com o Pai. Seja um cristão de verdade na liberdade, que você será um cristão de verdade na perseguição.

Vamos estar orando por nossos irmãos perseguidos.

Nenhum comentário